Ecossistema de Startups Você sabe o que é equity crowdfunding?

Você sabe o que é equity crowdfunding?

Nos últimos anos, o crowdfunding (ou custeamento coletivo) se espalhou rapidamente pelo mundo como uma maneira alternativa de financiar projetos de todo tipo. Nele, os investidores de um projeto recebem uma recompensa ou brinde que varia de acordo com o valor investido — geralmente o próprio produto financiado ou uma amostra exclusiva. Essa modalidade de subvenção agregada, que tem a cara da era da internet, tem ajudado a tirar do papel projetos dos mais variados, de livros e discos a aplicativos revolucionários.

No entanto, esse modelo alcançou novo patamar com seu bom aproveitamento pelas startups. O potencial de captação de recursos por esses grupos colaborativos na Internet passou a ser uma excelente alternativa para que as startups conseguissem arrecadar a importância necessária para lançarem-se no mercado ou colocar sua operacionalização adiante. Para muito além do crowdfunding tradicional, entra em cena o equity crowdfunding.

Como funciona o equity crowdfunding

O equity crowdfunding é basicamente uma modalidade de investimento colaborativo, bastante voltado para a captação de recursos a fim de viabilizar empreendimentos. Porém, ao contrário do crowdfunding tradicional, em que o investidor recebe brindes ou mesmo o produto como recompensa pelo investimento, no equity crowdfunding ele recebe, como contrapartida, uma participação acionária ou, o que é ainda melhor, uma possibilidade de aquisição de títulos representativos de ações (ou participação societária) nas empresas que incentivou a criar.

Geralmente, essa participação é vendida em cotas com valores a partir de R$1.000. Os investidores podem retornar seu investimento na forma de recebimento de dividendos, com a abertura do capital da empresa para negociação na Bolsa de Valores ou em uma futura aquisição do negócio por uma companhia maior, com consequente valorização de suas ações.

Legislação adequada aos novos tempos

Nos Estados Unidos, onde a prática já está mais sedimentada, a tendência ficou marcada pela aprovação da Jobs Act, em 2012, que criou a base regulatória para a modalidade. A nova legislação permite os pacotes de incentivos para o fomento dos pequenos e médios negócios, o que inclui a capitalização por meio do equity crowdfunding. Novas regras, ainda mais específicas para esse e outros modelos, ainda estão sendo elaboradas pelo SEC, que é o órgão do governo norte-americano que controla as regras do mercado de capitais no país.

Embora no Brasil esta interessante prática ainda esteja começando, por aqui também empresas podem captar investimento pela internet. Por tratar-se de uma oferta pública de valores mobiliários, as captações via equity crowdfunding devem ser informadas à CVM (Comissão de Valores Mobiliários) segundo regras estabelecidas pela instrução CVM 400. Para facilitar essas operações, a CVM simplificou as concessões para captações de até 2,4 milhões de reais, mas as empresas precisam se enquadrar na categoria de micro e pequenas empresas, de acordo com a legislação vigente no país.

O equity crowdfunding vale a pena?

As startups, como se observa, só têm a ganhar com uma modalidade de investimento colaborativo do porte de um equity crowdfunding. Além de conseguir inserir-se em um modelo coletivo voltado especialmente para elas, é viável angariar o primeiro capital, necessário para o impulso fundamental do negócio, e ao mesmo tempo ganhar visibilidade. Através de uma plataforma de equity crowdfunding, os empreendedores terão a oportunidade de conhecer investidores com experiência em seu mercado de atuação, que poderá estar disposto a empreender com ele e colocar para frente sua ideia de negócio.

Já para os micro-investidores, é uma oportunidade de diversificar aplicações apostando em algo totalmente inovador, sendo uma boa alternativa de investimento de longo prazo para pessoas com perfil empreendedor mais agressivo.

Tendo a colaboração como parte fundamental de sua cultura, a internet é terreno propício para o surgimento de iniciativas como o equity crowdfunding. Passado o estranhamento inicial que acompanha qualquer inovação, essa nova modalidade de financiamento mostrará que veio pra ficar.

Quer saber mais sobre o equity crowdfunding? Deixe o seu comentário!

Comentários

Nenhuma resposta para esse artigo.

Deixe seu comentário